Aula 3 – A Função De Onda: A Interpretação Estatistica na Mecânica Quântica

source

16 COMMENTS

  1. Juan Otalore Goiocochea lhe felicito e agradeço por disponibilizar estás aulas.Continue tem ajudado muitos que querem aprender a física superior e ainda não tem escolas físicas nas duas comunidades,sua didática é clara.Não desanime,pois a aula é bem embasada na didática e dar para aprender mesmo.Tem uns comentários sobre os instantes 2:56 e 3: 20,observe-os. OM ma-ni pad-me Om!

  2. Olá meu amigo! Seus vídeos me ajudaram muito! Obrigado! Se me permite, fiquei na dúvida quando o vídeo chega em 2:56, você diz que a probabilidade num valor x é igual a um certo valor, mas não deveria ser igual a zero?

  3. Na verdade, a violação da desigualdade de Bell só mostra que ou a natureza é não local, isto é, o emaranhamento quântico é real ou ela não é determinista.
    Logo, não tem como afirmar que a interpretação de Copenhagen é a correta, pode haver sim um determinismo na natureza, a Mecânica Bohmniana está aí pra provar.

  4. Em 3:20 existe um erro que se expande até o final da explicação, o valor absoluto ao quadrado da função de onda fornece a densidade de probabilidade, e não a probabilidade em si. Logo em seguida ocorre outro erro, na afirmação de que a probabilidade de se encontrar a partícula no ponto A (na qual a densidade de probabilidade é maior) é maior do que no ponto B, as probabilidades são iguais, e o valor é 0, a probabilidade de se encontrar a partícula em qualquer ponto especifico é 0, para ver isso basta tomar a integral em limites iguais, o valor sempre é 0, o que ocorre é que a probabilidade de se encontrar a partícula num pequeno intervalo(mas com medida maior do que 0) que contém o ponto A, é maior do que a probabilidade de encontrar a partícula num pequeno intervalo que contém o ponto B.

Deixe uma resposta