O Átomo , O experimento da dupla fenda. O Colapso da função de onda

Hélio Couto – AULA 7 – Outras dimensões – Religiões – Vida após a Morte – Diabo
17 de janeiro de 2020
RAMATIS FRESH – FEATURING ROSE MAX
18 de janeiro de 2020

O Átomo , O experimento da dupla fenda. O Colapso da função de onda



A experiência da dupla fenda ou experiência de Thomas Young é fundamental para a determinação da natureza quântica da física atômica.

Quando se tenta utilizar a eletrodinâmica e a mecânica clássica para explicar os fenômenos atômicos, os resultados a que chegamos se encontram em franca contradição com a experiência prática.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Experi%C3%AAncia_da_dupla_fenda

Colapso da função de onda
Em certas interpretações da mecânica quântica, o colapso da onda é um dos dois processos pelos quais um sistema quântico aparentemente evolui de acordo com as leis da mecânica quântica. Isto é também conhecido como colapso do vetor de estado. A existência do colapso da função de onda é necessária:

na versão da interpretação de Copenhague onde a função de onda é real;
na denominada interpretação transacional;
na “interpretação espiritual” na qual a consciência causa o colapso.
Por outro lado, o colapso não ocorre:

na versão da interpretação de Copenhague onde a função de onda não é real;
na interpretação baseada em histórias consistentes;
na interpretação de muitos mundos;
na interpretação de Bohm.
No geral, sistemas quânticos existem como a superposição de estados fundamentais, e evoluem no tempo segundo a equação de Schrödinger, que é um dos dois processos mencionados no começo deste artigo – um processo incluído em todas as interpretações. A contribuição de cada estado fundamental para toda função de onda é chamada de amplitude. Contudo, quando a função de onda colapsa, da perspectiva de um observador o estado parece “pular” para um dos estados fundamentais e unicamente adquirir o valor das propriedades medidas que são associadas com aquele estado fundamental em particular.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Colapso_da_fun%C3%A7%C3%A3o_de_onda

Átomo
Átomo é uma unidade básica de matéria que consiste num núcleo central de carga elétrica positiva envolto por uma nuvem de eletrões de carga negativa. O núcleo atómico é composto por protões e neutrões [nota 1]. Os eletrões de um átomo estão ligados ao núcleo por força eletromagnética. Da mesma forma, um grupo de átomos pode estar ligado entre si através de ligações químicas baseadas na mesma força, formando uma molécula. Um átomo que tenha o mesmo número de protões e eletrões é eletricamente neutro, enquanto que um com número diferente pode ter carga positiva ou negativa, sendo desta forma denominado ião. Os átomos são classificados de acordo com o número de protões no seu núcleo: o número de protões determina o elemento químico e o número de neutrões determina o isótopo desse elemento.[1]

Os átomos são objetos minúsculos cujo diâmetro é de apenas algumas décimas de nanómetros e com pouca massa em relação ao seu volume. A sua observação só é possível com recurso a instrumentos apropriados, como o microscópio de corrente de tunelamento. Cerca de 99,94% da massa atómica está concentrada no núcleo, tendo os protões e neutrões aproximadamente a mesma massa. Cada elemento possui pelo menos um isótopo com nuclídeo instável que pode sofrer decaimento radioativo. Isto pode levar à ocorrência de uma transmutação que altere o número de protões ou neutrões no interior do núcleo.[2] Os eletrões ligados a átomos possuem um conjunto estável de níveis energéticos, ou orbitais atómicas, podendo sofrer transições entre si ao absorver ou emitir fotões que correspondam à diferença de energia entre esses níveis. Os eletrões definem as propriedades químicas de um elemento e influenciam as propriedades magnéticas de um átomo. A mecânica quântica é a teoria que descreve corretamente a estrutura e as propriedades dos átomos.
https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81tomo

source

11 Comments

  1. EU ACHO NUNCA ESTUDEI ISSO, APENAS PALPITE

  2. O ELÉTRON Ê INTELIGENTE

  3. O ELÉTRON TEM INFORMAÇÃO ASSIM COMO TODA MATÉRIA,
    O QUE NAO VEMOS NAO EXISTE

  4. Esse Cara disse:

    E se o nosso olho envia um tipo de miniatura de partícula que interfere o comportamento das partículas normais ?
    O famoso termo no futebol: "O goleiro tirou essa bola com o olho"

  5. Jesus!
    O mais interessante é ver pessoas tentando explicar um fenômeno científico com Filosofia.
    Nem física quântica consegue explicar a cabeça de algumas pessoas.

  6. O observador é aquele que está preso no seu universo existencial pela teoria do eterno retorno de Nietzsche. A maior prova disso é o déjà vu. Portanto, conforme o mito da caverna de Platão, o conceito do tudo já está determinado dentro da nossa realidade (os reflexos de nossas ideologias), e o verdadeiro real nunca poderá ser interpretado, pois ele não existe. Resumindo: a realidade é o falso real (quando no experimento se comporta como matéria ao observarmos) e o verdadeiro real é o nada (quando no experimento se comporta como ondas em superposição ao não observarmos). Ou também: o tudo é nada, e o nada é tudo.

  7. Alex Moura disse:

    Sensacional, muito mais fácil entendimento.

  8. Poder da mente transforma a matéria, cada pessoa vê o mundo de forma diferente, isso é a dinâmica da evolução do poder da mente sobre o universo, uma obra divina.

  9. Como o elétron sabe que está sendo observado ??

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: