O universo elegante

60 – Magia e Prosperidade (Completo)
26 de agosto de 2019
Impossível se esconder – Minutos com Hélio Couto
26 de agosto de 2019

O universo elegante


Valor [price_with_discount]
(Atualizado em [price_update_date] – Sobre)


[ad_1]
No interior mais fundo da matéria, vibram cordas como as de um instrumento musical. Tudo o que existe e acontece no mundo, no universo, surge das vibrações dessas entidades centenas de bilhões e bilhões de vezes menores do que o núcleo de um átomo.Hoje, no mundo inteiro, físicos e matemáticos trabalham febrilmente com a idéia de “cordas”. Ela pode levar à chamada “teoria do campo unificado” com que Einstein sonhava. Pode ser a chave para compatibilizar os dois pilares antagônicos da física moderna: a relatividade geral – as “leis do grande” – e a mecânica quântica – as “leis do pequeno”. A promessa dessa teoria revolucionária é justamente esta: explicar por um mesmo princípio a enormidade dos espaços siderais e as ínfimas proporções do microcosmo.Desde que Stephen Hawking publicou a sua Breve história do tempo, nenhum cientista havia agitado tanto o cenário editorial da divulgação científica como Brian Greene, um físico jovem e brilhante que magnetiza seus alunos na Columbia University. Com um uso criativo de metáforas e analogias, traduzindo o pensamento físico-matemático para o plano da lógica visual, Greene monta o passo-a-passo da teoria das supercordas e mostra por que ela abriu para a ciência a perspectiva de alcançar uma compreensão final sobre a estrutura e o funcionamento do universo.



[ad_2]

Deixe uma resposta